GAMES

Famosos críticos decisão de juíza que impediu menina de 11 anos estuprada de fazer aborto | Pop & Arte

Famosos críticos decisão de juíza que impediu menina de 11 anos estuprada de fazer aborto |  Pop & Arte

[ad_1]

Justiça e Promotoria pediram para a menina Manter a gestação por mais “uma ou duas semanas”, para aumentar a sobrevida do feto. “Você receberia ficar mais um pouco?”, pegou a menina.



A hashtag #criançanãoémãe ganhou força nas redes sociais desde que o caso foi divulgado.

Veja postagens de famosos que criticam a decisão:

“Criança não é mãe. Estuprador não é pai.”

“European não posso falar o que penso dessa juíza, ou serei preso. A menina tem 11 anos, foi estuprada e engravidou. A juíza tenta impedir o aborto prison, chegando a dizer: “vc acha que o pai do bebê concordaria?”. Pai! Que ódio!”

Por que uma menina de 11 anos tem que carregar os pecados do mundo patriarcal sozinha?”

Criança não é mãe. Estuprador não é pai. E essa juíza dos infernos é um monstro! Pelo procedimento da Juíza Joana Ribeiro Zimmer! Que seja responsabilizada pela tortura em uma criança de 10 anos! E quem por acaso combina com essa brutalidade e está me seguindo: sai daqui, por prefer.”

“A justiça proteger nossas crianças. Uma menina não é mãe e nem.

Angela Dip, atriz e bailarina

A menina de 10 anos foi estuprada, a ‘juíza’ quer que ela escolha o nome do bebê, chama o estuprador de pai. Que porra é essa de país?”

[ad_2]

Fonte da Notícia: g1.globo.com

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo