GAMES

Esta tela sensível ao toque Buick estava décadas à frente de seu pace

Esta tela sensível ao toque Buick estava décadas à frente de seu pace

[ad_1]

As primeiras telas sensíveis ao toque no carro não aconteceram por acaso. Eles são um resultado direto do desejo da Buick de se tornar o líder do setor na época. Tudo começou em 1980, quando os executivos da Buick queriam desenvolver um veículo com tecnologia de ponta (by way of Hagerty). Isso foi estabelecido através da Delco Electronics, subsidiária da GM, que criou um CRT sensível ao toque especificamente para uso em automóveis. Ao contrário das telas de toque capacitivas modernas, essa tela foi incorporada com fileiras de interruptores invisíveis de Mylar, que desempenhavam funções diferentes dependendo da página em que o usuário estava.



O problema technology que demorou um pouco até que esses monitores datados pudessem exibir qualquer coisa, então seus engenheiros fizeram com que ele esquentasse quando o motorista tocou na maçaneta da porta do carro. O então executivo da Buick, Cary Wilson, afirmou que a empresa “preparou o palco” para o que ele acredita ser a “nova geração” de eletrônicos automotivos, de acordo com Hagerty. No entanto, Buick só usou este sistema novamente para o ’88 Buick Reatta antes de eventualmente descontinuá-lo em modelos posteriores. Além de seu incessante ruído de bipe, entre outras falhas notáveis ​​estava sua tendência de distrair os motoristas, desviando sua atenção da estrada, como Best Tools notado. Claro, este não foi o fim dos monitores de tela sensível ao toque dos carros, apenas levou mais duas décadas antes que essa tecnologia voltasse.

[ad_2]

Fonte da Notícia: www.slashgear.com

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo